Pneus de tecnologia Alemã

Balanceamento dos pneus

Balanceamento dos pneus

Alcançando o balanceamento perfeito dos pneus

O que é balanceamento? Por que balancear? O objetivo do balanceamento do pneu é distribuir o peso igualmente em toda a circunferência do pneu, evitar vibrações e aumentar a vida útil do pneu. Rodas desbalanceadas podem causar vibrações desconfortáveis durante a condução e também resultam em desgaste prematuros dos componentes da suspensão, direção, peças rotativas e pneus.

Quando falamos de balanceamento devemos ter clara a ideia que temos um conjunto de componentes que devem trabalhar juntos para termos uma roda balanceada: Pneu, roda, válvula e contrapesos. Note que o pneu não está sozinho nesta situação. Toda vez que os pneus forem desmontados e montados (mesmo que os pneus permaneçam os mesmos), a Continental recomenda que o pneu seja corretamente balanceado para ajudar a eliminar a vibração e evitar o desgaste prematuro causado por um desequilíbrio no conjunto da roda e do pneu.

Como parte da manutenção de rotina do veículo, os motoristas também devem fazer o balanceamento dos pneus de 5.000 a 10.000 km percorridos ou após 1-2 anos (o que ocorrer primeiro).

Desenho carro caindo em buraco - Cuidados e manutenções: Balanceamento | Continental Pneus

Além disso, vale a pena balancear os pneus e as rodas quando:

  • Trocar pneus ou rodas;
  • Fizer o rodízio dos pneus;
  • Consertar o pneu;
  • O carro bater em um buraco.

Lembrando também que; o balanceamento e alinhamento são conceitos totalmente diferentes, embora os dois assuntos estejam interligados e às vezes confundidos, não são o mesmo.

Alinhar um conjunto de rodas implica em ajustar seus ângulos para que fiquem paralelos um ao outro e perpendiculares ao chão e é um parâmetro sensível que perde sua referência com facilidade.

O alinhamento sofre com impactos e quedas em buracos, situação muito corriqueira em muitos lugares, logo é improvável que um veículo consiga manter seu alinhamento em perfeitas condições por longos períodos.

Note que problemas ou falhas em componentes como bandejas, buchas de bandeja, amortecedores, molas, eixos e demais componentes da suspensão afetam os parâmetros de alinhamento dos veículos, o que pode e provavelmente vai causar um desgaste irregular nos pneus assim como a falta de balanceamento, aumentando o valor do prejuízo.

Desenho de roda com vibração - Cuidados e manutenções: Balanceamento | Continental Pneus

Conhecendo os sinais da falta de balanceamento

Quando fazer o balanceamento? A falta do balanceamento pode se desenvolver com o tempo, à medida que a banda de rodagem se deteriora com o uso e a distribuição de peso muda. Ao colocar os pneus em situações de estresse excessivo, como dirigir em estradas precárias, frenagem bruscas e as curvas intensas podem acelerar ainda mais esse processo.

Quando um ou mais pneus estão desbalanceados em seu veículo, existem vários indicadores comuns:

  • O carro experimenta vibração em alta velocidade, com trepidação na roda (vibração na roda dianteira ou traseira);
  • Desgaste irregular no pneu na banda de rodagem (pneu gasta mais do lado de fora ou de dentro);
  • Há um aumento no consumo de combustível;
  • Há problemas com a suspensão.

Se você perceber um ou mais desses sintomas - mesmo que os pneus sejam relativamente novos -, é possível que seu carro tenha um pneu desbalanceado.

Veículos com problemas de alinhamento ou balanceamento de rodas não só causam desgaste irregular nos pneus (causa raiz número um dos casos de desgaste irregular), mas comprometem o conforto da viagem e a segurança. Dependendo da severidade do caso, outros componentes da suspensão podem sofrer desgaste prematuro também.

Como balancear os pneus?

Existem dois tipos de balanceamento de pneus: o estático e o dinâmico. 

Desenho da roda e processo do balanceamento estático - Cuidados e manutenções: Balanceamento | Continental Pneus

1. Balanceamento estático

Se houver apenas um leve desbalanceamento no pneu, o balanceamento estático é a técnica apropriada e é relativamente fácil de fazer; o conjunto de roda e pneu é colocado em um dispositivo de suporte vertical com um eixo ou equivalente para medir o equilíbrio em um eixo. O lado mais pesado se inclina mais para o chão do que o lado mais leve; uma vez identificado, o mecânico colocará um pequeno peso a 180 graus do outro lado do pneu, no aro da roda, até que o balanceamento seja restaurado.

Desenho da roda e processo do balanceamento dinâmico - Cuidados e manutenções: Balanceamento | Continental Pneus

2. Balanceamento dinâmico

Para casos mais complexos, o balanceamento dinâmico é uma técnica que utiliza balanceadores computadorizados para medir o pneu nos três eixos. O mecânico coloca uma roda e um pneu totalmente montados em uma máquina, que vai girar a uma velocidade que varia de 16-25 km / h (10-15 mph) a 88-96 km / h (55-60 mph). Enquanto gira, os sensores da máquina capturam todas as imperfeições de peso.

Com a análise concluída, o computador especifica quanto peso e onde o mecânico deve aplicar para equilibrar o pneu. Assim, pesos são adicionados aos lados interno e externo do aro da roda, para fornecer a mais alta precisão e equilíbrio.

Na prática, dificilmente se encontra o desbalanceamento estático ou dinâmico na forma pura. Ambos são encontrados misturados, exigindo contrapesos diferentes nos lados interno e externo e em posições também diferentes de 180°. Note que o pneu também deve ser girado na roda para encontrar-se a posição de maior equilíbrio, levando-se em conta também a posição da válvula

Para facilitar o balanceamento em casos críticos:

  • Não concentrar contrapesos em um só lado da roda;
  • Balancear “colando” contrapesos no centro da roda e fazendo apenas um acabamento no flange;
  • Utilizar a máquina na sensibilidade máxima;
  • Primeiramente utilizar uma balanceadora de coluna para a correção separada roda-pneu;
  • Montar a roda no cubo do veículo atentando para a boa centragem desta;
  • Terminar o balanceamento com a balanceadora local, para a correção de qualquer residual estático, devido à montagem do conjunto no veículo.
Compartilhe